Dá para ser mais Criativo?

Compartilhe essa página

Dá para ser mais criativo?

É bem provável que alguém já tenha te falado que você é emotivo ou racional demais e isso pode ter te deixado feliz ou até chateado. O fato é que tendemos a acreditar que pessoas mais racionais não podem se tornar indivíduos criativos. Será mesmo verdade?

Resultado de imagem para criatividade

Primeiro vamos entender como funciona nossa mente:

Do lado esquerdo, o cérebro é responsável pela parte lógica. Ou seja, representam todas nossas atitudes que envolvem números, listas, análises e pensamentos racionais.

Já o lado direito se utiliza da imaginação, emoções, divagações e produções visuais. Pessoas criativas possuem este hemisfério mais trabalhado. O que muitos não sabem é que a criatividade pode, sim, ser desenvolvida!

Todos nós somos pessoas criativas. Acontece que ao longo da vida alguns exercitam melhor seu lado imaginário do que outros, fazendo a grande maioria achar que a criatividade ou você nasce com ela ou você vive sua vida inteira sem ela.

Quando estamos em um processo criativo, seja ele qual for, usamos os dois lados do cérebro ao mesmo tempo, já que é preciso mixar a lógica das palavras e dos números com a habilidade de divagar por ideias que até então você não havia pensado. Se a razão não existisse, ideia nenhuma seria filtrada e tudo viraria uma verdadeira bagunça: sem organização e planejamento. E claro, nada sairia do papel.

O que acontece em indivíduos levados pela lógica é que no momento da criação o lado esquerdo do cérebro é explorado com maior intensidade. Logo, o que você precisa fazer para aumentar sua criatividade é aprender a explorar as emoções para criar. Seus pensamentos precisam se tornar mais livres e isso requer apenas prática constante.

Então comece agora mesmo a liberar sua criatividade:

1) 
Resultado de imagem para canetas e lapis coloridos
Dê funções diferentes para um mesmo objeto: pegue alguns materiais e observe um a um. Por exemplo: você sabe qual é a utilidade real de uma caneta ou lápis. Mas, para o que mais ela pode ser usada? Para fazer um coque no cabelo? Pode servir de régua? O que mais?

 

2) Faça várias perguntas diante do mesmo problema: crie uma lista de 10 perguntas diferentes a respeito do mesmo problema e responda todas. Isso vai te ajudar a abrir a mente ao enxergar o problema por diversos ângulos, e assim, você terá um número muito maior de ideias para solucioná-lo. Por exemplo: você precisa falar em público, porém, tem vergonha. O que posso fazer para me sentir mais tranquilo nesse momento? Como seria falar naturalmente em público? O que precisa existir ou não existir na plateia para que eu fique calmo?

3) Se aproxime de quem é diferente: absorver novas culturas e diferentes opiniões por meio de outras pessoas é uma maneira de aumentar suas referências sobre muitos temas. E quanto mais seu repertório for extenso, mais criativo você tende a se tornar.

4) Converse de tudo: fuja de conversas rasas. Procure variar os assuntos com a mesma pessoa, isso traz maior dinamismo e interesse ao diálogo e a amizade, além de estimular seu cérebro de modo mais profundo.

5) Pesquise assuntos novos: tudo bem que você goste de assuntos ligados à gastronomia, mas por que não aprender sobre carros? Entrar em contato com conteúdos que você não está habituado, além de expandir seus conhecimentos, também evolui sua gama de referências. Porque o criativo muitas vezes não tira uma ideia do zero, mas utiliza um largo repertório que seu cérebro poderá acessar, lhe trazendo inúmeros insights.

6) Se abra para o novo: a zona de conforto mata a criatividade. Não faça sempre as mesmas coisas do mesmo jeito. Se estiver acostumado a pedir sempre o mesmo prato naquele restaurante habitual, experimente novos sabores; mude o caminho para casa nem que seja de vez em quando; conheça pessoas diferentes ou, ainda, troque algumas idas à academia por exercícios no parque.

Resultado de imagem para criatividade

Se o que você precisa é escrever uma história fictícia para um projeto, não espere criá-la somente quando a inspiração chegar. Ela não costuma vir do nada e quanto mais você força, menos ela vem. Por isso, neste caso, é recomendável praticar a escrita um pouco por dia. A consistência e a persistência jogarão ao seu favor.

 

Seguindo estas dicas, seu cérebro gradualmente se tornará mais criativo, pois a todo o momento o hemisfério direito será ativado. Porque assim como aprender a andar de bicicleta ou aprender a dirigir é um processo, a criatividade também é. Você só precisa praticar sempre para sentir sua evolução e assim perceber na pele que é possível ser cada vez mais criativo.

E aí, já decidiu por onde vai começar?

Flávia Rocha (ex-aluna do Colégio Exatus) e Luana Lie são Coaches Vocacionais e de Carreira, com formação pelos melhores institutos do Brasil. Elas escrevem para o Portal Exatus todas as sextas-feiras e realizam o trabalho de coaching em grupo com os alunos do EM do Colégio Exatus.

Compartilhe essa página
Leia também:
we.digi - agência digital
Copyright © 2018 Todos os direitos reservados: Exatus Colégio e Vestibulares - Tatuapé