Você já ouviu falar sobre mapas mentais?

Forma efetiva de organizar e armazenar conteúdos e de criar uma linha de raciocínio muito mais fluída e lógica usando pouco recurso textual.

Compartilhe essa página

Mapa mental é para você que procura uma forma efetiva de organizar e armazenar conteúdos ou ainda criar uma linha de raciocínio muito mais fluída e lógica usando pouco recurso textual.

Ele nada mais é que uma ferramenta que ilustra ideias e conceitos em forma de um diagrama estruturado em que se organizam informações com muita clareza e objetividade, representando um conteúdo inteiro com os principais detalhes.

Idealizado pelo psicólogo inglês Tony Buzan, os mapas mentais ajudam a dar uma visão espacial e mais assertiva dos pontos a serem estudados. Eles auxiliam o registro de uma matéria por meio de revisões mais rápidas do conteúdo já que funcionam como uma espécie de resumo, sintetizando as informações.

O método de planejamento e anotação gráfica é muito interessante para facilitar e acelerar o seu aprendizado na administração de conteúdos importantes e também quando há excesso de informações, aumentando a produtividade ao gastar menos tempo.

O mapa mental induz o desenvolvimento da sua inteligência, da sua capacidade de foco, do seu raciocínio e da sua habilidade de conectar informações. Além disso, podem ser aplicados em qualquer área da sua vida. Eles constituem-se como base para desenvolver o intelecto e comunicação de maneira estruturada. Podem ser usados para atividades pessoais e profissionais e também individualmente ou em grupo, já que facilitam a vida e a organização de um modo geral. Você pode usá-los tanto para aumentar seu nível de compreensão de uma matéria mais complexa, quanto para organizar todas as atividades que precisa fazer na semana, ou ainda, pode usar para planejar uma viagem. Por que não?

A grande vantagem de elaborar um mapa mental é que ele facilita a compreensão de qualquer raciocínio mais longo e que até então estava complicado de digerir.

Imagino que agora você deve estar curioso para aprender a criar seu mapa mental e sentir como ele pode facilitar seu dia a dia. Vamos lá! Primeiramente, você deve iniciar no centro da folha com uma imagem ou palavra do assunto que será a ideia principal. É interessante usar cores diferentes que possam distinguir as informações de modo a separar blocos de conteúdos. Dê preferência a cores fortes para que facilite a compreensão e aprendizado do conteúdo do seu mapa. Também sugerimos para que utilize símbolos, desenhos, fotos, códigos ou qualquer outro artifício visual. Conecte as linhas a partir da ideia central, sendo que as palavras-chaves devem ser ligadas a essa ideia central, separadamente, de forma a irradiar para fora.

Eles podem ser confeccionados a mão ou em aplicativos de computador, pois hoje já existe no mercado uma infinidade de programas para essa finalidade. Quando feitos à mão podem ser do tipo fichinhas que auxiliam bastante nos estudos de matérias.

Os mapas mentais teoricamente são semelhantes aos mapas conceituais, com a diferença que os mapas conceituais são baseados na ordem cronológica que a pessoa quer ter a respeito de tal conceito ou ideia.

Use e abuse do seu estilo para criar seu próprio mapa mental. Busque selecionar as principais palavras ou expressões para não tornar seu mapa confuso. Quanto mais visual e simples de entender ele for, mais fácil será para você registrar uma fotografia na sua mente de modo a facilitar sempre sua lembrança.

Flávia Rocha (ex-aluna do Colégio Exatus) e Luana Lie são Coaches Vocacionais e de Carreira, com formação pelos melhores institutos do Brasil, e escrevem para o Portal Exatus, todas as Sextas-feiras. Para mais informações sobre essas duas excelentes profissionais ou para esclarecer quaisquer dúvidas sobre carreiras, envie e-mail para mkt@colegioexatus.com.br.

Compartilhe essa página
we.digi - agência digital
Copyright © 2017 Todos os direitos reservados: Exatus Colégio e Vestibulares - Tatuapé